Pará dará início a vacinação com a 3ª dose para idosos institucionalizados, a partir deste sábado

94

Neste sábado (28), o Pará dará início a vacinação de idosos que estão institucionalizados, ou seja, que moram em instituições de longa permanência. O Estado é o primeiro a realizar a imunização com as doses de reforço para esse grupo. “Trata-se de um grupo considerado vulnerável, pois são pessoas mais suscetíveis que vivem juntas e por isso a possibilidade de surto é maior. Por isso, nosso compromisso é cuidar da saúde destas populações e dessa forma conter o avanço da pandemia”, explica o secretário de saúde do Estado, Rômulo Rodovalho. 

A medida atende orientação do Ministério da Saúde. A vacinação deste grupo terá início com os moradores do Lar Pão de Santo Antônio, em Belém, com a presença do governador, Helder Barbalho.  “Essa terceira dose é decisiva para continuar a vacinação, continuar a proteger e garantir a vida nossa gente”, afirmou o governador em suas redes sociais nessa sexta-feira (27). 

A imunização de idosos em instituições foi a primeira segundo o Plano Estadual de Vacinação Paraense contra a Covid-19 e será feita dentro das próprias entidades, conforme ocorreu com a aplicação das duas primeiras doses. “Esse foi um dos primeiros grupos a ser vacinado no Pará, daí a importância de reforçar a imunização neste momento. Há vários estudos científicos que demonstram a queda da imunidade com o tempo, por isso nossa preocupação em protegê-los antes que, de fato, aumente o número de casos de doença entre essas pessoas”, observou o diretor de Vigilância em Saúde da Secretaria de Saúde Pública do Pará, Denílson Feitosa. 

“Várias normas técnicas proibiram, desde o início da pandemia, a convivência de pessoas externas das instituições com aqueles que estava institucionalizados e isso com certeza não é uma medida que fez bem aos idosos, no entanto era necessário justamente para proteger a saúde deles. É com esse intuito que nós temos que vacinar com a terceira dose para que aos poucos as atividades normais das instituições possam retornar e que esses idosos possam ter contato e socializar com a população”, completou o diretor. 

Os próximos grupos que devem receber a terceira dose serão os demais idosos e imunossuprimidos e a vacinação acontecerá conforme o envio de imunizantes feito pelo Ministério da Saúde. As doses que serão usadas para o reforço nos idosos institucionalizados já estão sendo enviadas desde esta sexta-feira (27) aos municípios que são os responsáveis pela aplicação dos imunizantes.Por Caroliny Pinho (SESPA)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.