Segup apresenta esquema de segurança para o Círio 2021

157

Após o avanço da imunização contra a Covid-19 e a redução de novos casos e da mortalidade pelo Coronavírus, o Círio de Nossa Senhora de Nazaré, uma das maiores manifestações de fé do mundo, ocorre neste ano de 2021 com uma maior flexibilidade. Ainda assim, diversas instituições, coordenadas pela Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social (Segup), construíram coletivamente o esquema de segurança pública e de proteção ao vírus para garantir o exercício da fé, sem abrir mão dos cuidados com a saúde. Nesta quarta-feira (6), em coletiva à imprensa, a Segup apresentou as ações que integram a Operação Círio 2021.

O secretário de segurança pública e defesa social do Pará, Ualame Machado, ressalta os esforços dos órgãos para que ocorresse parte da manifestação popular, prezando sempre pela saúde de todos. “Nós tivemos seguidas reuniões com todos os órgãos envolvidos, não só de segurança, mas também de saúde, presença do Ministério Público e o que foi definido pra programação do Círio é aquilo que flexibiliza, mas também procura garantir a saúde de todos. É necessário que a todos entendam que não devemos nos envolver em grandes aglomerações para evitar a proliferação do Coronavírus, pois infelizmente ainda vivemos em pandemia”, ressaltou.  

Foto: Jader Paes / Ag. ParáEfetivo – Mesmo com a ausência de procissões, o efetivo dos órgãos de segurança pública será o mesmo mantido em anos anteriores, sem o cenário pandêmico. Mais de 1.500 agentes do Estado e municípios de Ananindeua, Belém e Marituba estarão empregados desde a sexta-feira (8), até o domingo (10), dia em que é celebrado o Círio. 

Conscientização – O Secretário ressalta ainda a importância de não ir às ruas a fim de não causar aglomeração. “Nós sempre orientamos de que não haverá nenhum tipo de procissão do Círio. Então, nós pedimos para que as pessoas fiquem em suas casas. Porém, a gente sabe que muitos irão às ruas, por isso, temos  um plano B, que é justamente o reforço das forças de segurança que trabalham, inclusive com o mesmo efetivo de quando há as procissões. Nós iremos garantir também o isolamento daqueles principais pontos de aglomeração, a exemplo da Igreja da Sé, do CAN, da Basílica, do Colégio Gentil Bittencourt, para que a gente possa evitar que se quer as pessoas cheguem até lá”, destacou Ualame. 

O trabalho da Polícia Militar já teve início, como revela o comandante-geral da Polícia Militar do Pará, coronel Dílson Júnior. “Desde a segunda-feira, a gente já tem grupos que vieram de Maracanã, de Magalhães, de Castanhal, por exemplo. Então estamos com esse policiamento reforçado, lembrando que embora o Círio não seja como a gente estava acostumado, o efetivo escalado tanto da Polícia Militar, quanto da Polícia Civil e demais que compõe o sistema, é o mesmo efetivo como se a gente tivesse um Círio normal, pontuou. 

Foto: Jader Paes / Ag. ParáO Departamento de Trânsito também já está em atuação. “Desde o início da semana, já estamos no trecho da BR-316 de jurisdição estadual até o domingo (10), acompanhando tudo que acontece.  Estaremos também com as motocicletas e com os batedores na célula próximo da imagem peregrina de Nossa Senhora de Nazaré pra fazer todo o percurso do Traslado, que ocorrerá na sexta-feira (8)”, afirmou o coordenador de operações do Detran, Ivan Feitosa.

Durante a quadra nazarena, um reforço no efetivo de todos os órgãos também será garantindo nas proximidades da Basílica Santuário e adjacências, como paradas de ônibus, por exemplo. Nas unidades de polícia, por exemplo, o quadro de servidores será reforçado para atender à população em caso de qualquer intercorrência. “Estamos integrados com a operação visando garantir com que a gente possa realmente durante este período, ter uma cidade tranquila, dentro da normalidade”, disse o delegado-geral da Polícia Civil, Walter Resende. 

Foto: Jader Paes / Ag. Pará

Nos portos, o Grupamento Fluvial de Segurança Pública (GFlu) irá fiscalizar o fluxo de passageiros. 

DFN – A Diretoria da Festa de Nazaré, também presente na coletiva, agradeceu o apoio dado pelos órgãos do Sistema de Segurança Pública e parceiros. “A segurança é algo com que a gente não tem preocupação em razão dessa integração antiga que a gente já temos. A gente sabe do trabalho eficiente, dedicado, que gera para nós uma tranquilidade. É uma pareceria antiga que sempre funcionou muito bem e com muita eficiência, o que também acontecerá este ano. É uma alegria muito grande perceber que a operação, embora destinada a um Círio diferente, tem o mesmo tamanho, as mesmas peculiaridades do que em anos anteriores”, afirmou o diretor Albano Martins.

Ações – Na sexta-feira (8), os órgãos acompanharão o Traslado da imagem peregrina até o município de Marituba e o seu retorno até Belém. Conforme acordado com a Diretoria da Festa de Nazaré, a imagem será conduzida no veículo oficial sem paradas ao longo do percurso. O objetivo é não causar aglomerações.

No sábado, os agentes irão estar presentes nos pontos de interdição para garantir com que os fiéis não se dirijam até o Colégio Gentil Bittencourt, onde ocorrerá a missa do Colégio Gentil.

No domingo (10), também haverá pontos de interdição próximo a Praça Frei Caetano Brandão, localizada em frente à Catedral Metropolitana. 

Círio pelo Ar- No tão aguardado dia, o Círio ocorre, por mais um ano, de forma especial. Pelo ar, conduzida pelo Grupamento Aéreo de Segurança Pública (Graesp), a imagem peregrina estará nos céus paraenses desde um píer instalado perto do ponto turístico Casa das Onze Janelas até à Basílica Santuário, encerrando, por mais um ano, o momento ápice da fé de cada paraense. 

Em toda a programação, o Corpo de Bombeiros Militar estará atuando de prontidão, especialmente nos três dias que costumavam ocorrer os maiores eventos. “A atuação do Corpo de Bombeiros será idêntica como se fosse um Círio normal. Nós teremos o efetivo ordinário trabalhando nos quarteis e mais o reforço de 180 militares extras para atuar na sexta, no sábado e no domingo”, informou.

Pontos de interdição – A partir de 14h do sábado até às 14h do domingo, haverá interdição dos pontos de bloqueio abaixo. As pessoas que residem nos trechos terão o acesso garantido com a apresentação de um comprovante de residência: 

– Avenida Nazaré com Travessa Quintino Bocaiúva 

– Avenida Nazaré com Avenida Generalíssimo Deodoro

– Avenida Nazaré com Travessa Quatorze de Março

– Avenida Gentil Bittencourt com Avenida Generalíssimo Deodoro

– Avenida Gentil Bittencourt com Travessa Quatorze de Março

– Avenida Brás de Aguiar com Travessa Quintino Bocaiúva

– Avenida Governador José Malcher com Travessa Joaquim Nabuco

– Avenida Governador José Malcher com Avenida Generalíssimo Deodoro

– Avenida Governador José Malcher com Vila Leopoldina

– Avenida Governador José Malcher com Travessa Quatorze de Março

– Travessa Siqueira Mendes com Travessa Padre Champagnat

– Rua da Ladeira do Castelo com Rua Conselheiro João Alfredo

– Rua Dr. Assis com Travessa Félix Roque

– Rua Dr. Malcher com Travessa Félix Roque

– Rua Dona Tomazio Perdigão com Travessa Félix Roque

– Rua Conselheiro João Alfredo com Avenida Portugal

Entre os que integram a operação Círio 2021 e que participaram da entrevista coletiva estão as polícias Civil e Militar, Corpo de Bombeiros, Defesa Civil, Departamento de Trânsito, Centro de Perícias Renato Chaves, Grupamento Aéreo e Fluvial de Segurança Pública, Centro Integrado de Operações, Secretaria de Saúde Pública do Estado e do Município de Belém, Polícia Rodoviária Federal, além da Guarda Municipal de Ananindeua, Belém e Marituba, entre outros órgãos. Por Aline Saavedra (SEGUP)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.