Governo orienta veranistas sobre cuidados com os carros na praia do Atalaia, em Salinópolis

202

As férias escolares e as altas temperaturas do verão aumentam o fluxo de banhistas nas praias do Estado do Pará. O Governo do Estado alerta para que os viajantes tenham atenção redobrada para evitar incidentes que possam causar prejuízos. 

Na praia do Atalaia, no município de Salinópolis, que é um dos destinos mais procurados no mês de julho, um dos principais alertas dados pelas equipes do Corpo de Bombeiros Militar do Pará, Coordenadoria Estadual de Defesa Civil e Departamento de Trânsito do Pará (Detran) é relacionado aos carros, para evitar atolamento com a subida da maré. 

Equipes da Defesa Civil ficam a postos nas proximidades da rampa de acesso à praia, realizando a abordagem dos veículos de piquenique e carros de passeio para prestar todas as orientações de comportamento na praia, sobre os horários das marés, além dos cuidados com as crianças.

O tenente-coronel do Corpo de Bombeiros, Átila das Neves Portilho, afirma que a principal orientação aos banhistas, que ficam com os carros na praia, é sobre os horários do preamar (quando as marés começam a encher). Ele alerta que as praias de Salinópolis têm certas peculiaridades. 

“Quando a maré está enchendo, por exemplo, primeiro enchem os canais e somente depois que se forma um círculo de água na praia que impede a passagem dos veículos. A Defesa Civil também está colocando em alguns lugares cartazes em locais visíveis, com horários das marés, para os veranistas ficarem atentos e evitarem esse tipo de contratempo”, informa o tenente-coronel.

O diretor técnico-operacional do Detran, José Bento Gouveia, explica que o órgão também atua com a prevenção através da informação. “É importante obedecer a orientação dada pelos agentes de segurança no sentido de retirar o carro. A maioria dos banhistas obedecem, porém ficam poucos que não escutam e não querem aceitar as orientações. Eles acabam tendo alguns problemas quando a maré enche e o carro acaba sendo coberto pela água”, ressalta. 

Até esta sexta-feira (16), no mês de julho, houve apenas um incidente, no qual o carro ficou preso e acabou gerando prejuízo ao proprietário. 

O comandante da praia do Atalaia do Corpo de Bombeiros Militar do Pará, o Major QOBM Raimundo Moura, explica quais são os procedimentos caso um veículo atole. “Se o carro atolar em um local próximo da base dos bombeiros, podemos dar um apoio. Quando o local está muito afastado, indicamos um guincho particular para tentar fazer a retirada do carro, quando é possível”, informa. 

O Detran tem dois carros e duas caminhonetes que têm guincho na praia para tentar ajudar em caso de incidentes. Por Giovanna Abreu (SECOM)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.