Quatro pessoas são resgatadas em condições análogas à escravidão no sudeste do Pará

148

A Polícia Federal divulgou na manhã desta quinta-feira (15) o resultado da operação de fiscalização em realizada em áreas rurais em Pacajá, Novo Repartimento e Palestina do Pará no sudoeste do estado do Pará, que teve como objetivo identificar e resgatar pessoas que poderiam estar trabalhando em condições análogas à escravidão. Quatro trabalhadores foram resgatados dos locais.

O intuito principal dessa operação foi assegurar o fornecimento de requisitos mínimos para que os funcionários realizem suas atividades de maneira digna, já que o trabalho análogo à escravidão é um crime de elevado impacto negativo humano e social.

De acordo com a PF, foram constatadas diversas irregularidades trabalhistas, tais como trabalhadores sem registro e assinatura de CTPS, ausência de exames médicos admissionais e o não fornecimento de EPIs. Ainda segundo a PF, o maior agravante encontrado nas áreas foi a identificação de um alojamento em péssimas condições de higiene, além da falta de água potável, sem banheiros e também a não havia local adequado para a armazenagem e acondicionamento de alimentos.

A operação esta sendo realizada desde o dia 4 de julho e encerrou no último domingo (11). Nessa situação foram resgatados quatro trabalhadores em situação análoga à de escravo.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.