Produtores rurais participam de Dia de Campo do projeto Leite a Pasto

189

Produtores da região da Palmares II participam do Dia de Campo da Bovinocultura promovido pela prefeitura, por meio da Secretaria Municipal de Produção Rural (Sempror). O evento, que foi o primeiro deste ano, trouxe com tema “Produção de Leite a Pasto Sustentável” e apresentou aos participantes as propostas de consolidação dos projetos sustentáveis voltados para a bovinocultura leiteira e de corte no município. Além da palestra: “Porque não ganho dinheiro produzindo leite? ”.

De acordo com o secretário de Produção Rural, Milton Zimmer, o projeto busca desenvolver com maior eficiência a produção leiteira de Parauapebas.  “Esse é um programa que ajuda a aumentar a renda das famílias com a comercialização do leite. Hoje o dia de campo é para conhecer a experiência do seu Manoel, um dos beneficiados com assistência do projeto Leite a Pasto e fazer essa integração, troca de experiências entre os produtores”, destacou o secretário.

O produtor rural Alessandro Conceição desenvolve atividades leiteira e de fruticultura na sua propriedade. Ele conta que a assistência da equipe da Sempror lhe ajuda muito. “Essa assistência é fundamental. O que a gente desenvolve dentro da nossa propriedade foi em parceria com eles. Esse encontro aqui foi mais um aprendizado”, contou o produtor.

Seu Manoel é dono do Sitio Pé de Serra, onde ocorreu o Dia de Campo. Ele é um case de sucesso para seus vizinhos produtores. “Já tenho um resultado muito bom com assistência que recebo. Antes eu tirava 10 litros de leite depois da assistência rotacionada já cheguei a tirar 70 litros. Estou satisfeito, além do Leite a Pasto, tenho prefeitura me dá assistência técnica na minha criação de peixe”, relatou seu produtor rural. 

Os produtores que já trabalham com a produção leiteira, e estão na modalidade de implantação, recebem do governo municipal um hectare de pasto rotacionado, dividido em 20 piquetes, com todo o sistema de irrigação e cerca elétrica para dividir o pasto.

O projeto beneficia 60 produtores, distribuídos nas modalidades implantação e reestruturação. Mais cinco produtores foram contemplados com o Projeto Cordeiro Mais Carne, para fortalecimento da ovinocultura.

Texto: Liliane Diniz

Fotos: Orion Lima

 Assessoria de Comunicação – Ascom/PMP

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.