Morre Iris Rezende: mais de 60 anos de vida pública

124

Um dos maiores políticos de Goiás, Iris Rezende Machado, que morreu por volta da meia-noite e meia desta terça-feira (9), em São Paulo (SP), começou a carreira política em 1959, quando foi eleito vereador. Na época, o candidato com maior número de votos e mais jovem da história da capital, aos 25 anos. Ele encerrou a carreira após mais de 60 anos de vida pública.

Iris Rezende, 87 anos, em foto publicada pela filha Ana Paula nas redes sociais — Foto: Reprodução/Instagram

Iris Rezende, 87 anos, em foto publicada pela filha Ana Paula nas redes sociais — Foto: Reprodução/Instagram

O político nasceu em 22 de dezembro de 1933, em Cristianópolis, na região sudeste de Goiás. Formou-se em direito pela Universidade Federal de Goiás (UFG).

  • 1959 – eleito vereador de Goiânia;
  • 1962 – eleito deputado estadual;
  • 1965 -assumiu a Prefeitura de Goiânia, mas foi cassado pela ditadura militar antes que o seu mandato chegasse ao fim;
  • Período dedicado ao direito – Durante o período em que ficou fora da administração, Iris Rezende montou um escritório de advocacia;
  • 1983 – após o fim da ditadura militar, foi eleito governador de 1983 a 1986;
  • 1986 – ministro da Agricultura do governo de José Sarney (PMDB), até 1990;
  • 1991 – eleito novamente governador, mandato que exerceu até 1994;
  • 1994 – Iris foi eleito senador da República;
  • 1997 – no meio de seu mandato de senador, assumiu o ministério da Justiça durante um ano, no governo de Fernando Henrique Cardoso (PSDB);
  • 2004 – eleito prefeito de Goiânia;
  • 2008 – reeleito prefeito de Goiânia, mas deixou o mandato em 2010 para disputar o governo e perdeu as eleições;
  • 2016 – eleito prefeito de Goiânia;
  • 2020 – anunciou o fim da carreira política.
Ex-prefeito Iris Rezende e a filha Ana Paula Rezende em Goiás — Foto: Reprodução/Instagram

Ex-prefeito Iris Rezende e a filha Ana Paula Rezende em Goiás — Foto: Reprodução/Instagram

Mais de três meses internado

O político foi internado no dia 6 de agosto após sentir fortes dores de cabeça e, no mesmo dia, passou por um procedimento cirúrgico para conter uma hemorragia na cabeça. A equipe médica que o acompanhava avaliou que a operação foi bem-sucedida. Desde então, o tratamento contra o acidente vascular cerebral (AVC) teve altos em baixos.

Em 31 de agosto, ele foi transferido para o Hospital Vila Nova Star, em São Paulo. No último sábado (6), ele foi intubado para tratar uma pneumonia. Desde então, seu quadro piorou. Iris morreu por volta das 0h30 desta terça-feira.

Iris Rezende — Foto: Murillo Velasco/G1

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.