Programa Obesidade Zero completa um ano com a realização de 159 cirurgias bariátricas

102

O Programa Obesidade Zero completou, nesta sexta-feira (10), um ano de funcionamento com 4.465 pacientes atendidos, 159 cirurgias bariátricas realizadas, 173 agendadas para o fim deste mês e muitos pacientes satisfeitos com o resultado. O objetivo do programa, criado pelo Governo do Pará e coordenado pela Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sespa), é acelerar o acesso gratuito à cirurgia bariátrica aos usuários do Sistema Único de Saúde (SUS), que necessitam desse tipo de intervenção cirúrgica. A iniciativa faz parte de uma política de Estado denominada Fila Zero, que tem a finalidade de acabar com as filas para atendimentos especializados na área da Saúde Pública.

A cirurgia bariátrica é considerada um dos mais importantes tratamentos da obesidade grau 3. O procedimento consiste na gastroplastia, redução do tamanho do estômago, com o objetivo essencial de perda de peso.Os pacientes são atendidos no Hospital Jean BitarFoto: Divulgação

O procedimento é indicado para pessoas que têm Índice de Massa Corporal (IMC) igual ou superior a 40 kg/m2, e aquelas com IMC entre 35 e 40 kg/m2 que tenham, pelo menos, uma doença associada à obesidade – diabetes, hipertensão arterial, colesterol alto, gordura no fígado, artrose ou doenças dos vasos das pernas.

Resultados – A autônoma Lanna Karolyna Gotardi Maués, 27 anos, é uma das beneficiadas do Programa Obesidade Zero. Ela pesava 139 quilos, fez a cirurgia pesando 124 kg e, atualmente, está com 86 kg. Ela foi operada em fevereiro de 2021, e hoje comemora o resultado. “Estou me sentindo uma nova pessoa, tanto pela autoestima como pela saúde. Apesar de ainda não ter chegado à minha meta, já vimos a mudança. Hoje, visto as roupas da minha mãe e minhas roupas, que há anos não vestia porque não serviam mais. Tenho qualidade de vida e muita disposição”, contou.

Para Lanna Maués, o Programa Obesidade Zero é uma ótima oportunidade para quem quer realmente mudar de vida. “A bariátrica não é fácil, mas vale muito a pena. Minha mãe diz que tive sorte, pois a parte mais difícil foi a de 20 dias na dieta líquida. Dia 11 farei sete meses de cirurgia, e minha meta é chegar aos 70 quilos”, afirmou.

A pedagoga Thaise Paiva Sales, 30 anos, operada há três meses, também agradece pelo resultado do procedimento. “Estou extremamente bem. Desde o dia que eu operei não tive nenhum mal-estar ou qualquer problema. A cirurgia mudou completamente a minha vida. Antes, minha autoestima era muito baixa, mas eu romantizava a obesidade e nunca aceitava críticas. O Programa Obesidade Zero me trouxe alegria, autoestima e qualidade de vida”, afirmou. Por isso, ela disse ser extremamente grata ao Governo do Pará. “Se não fosse pela criação do ‘Obesidade Zero’ eu não teria a única chance de mudança na minha vida”, enfatizou.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.