Após desfile militar na Esplanada, Pacheco diz que ‘nada nem ninguém’ intimidará o Congresso

258

O presidente do Senado e do Congresso Nacional, Rodrigo Pacheco (DEM-MG), afirmou durante sessão da Casa desta terça-feira (10), que “nada nem ninguém” intimidará as prerrogativas dos parlamentares.

Pacheco deu a declaração horas após tanques militares desfilarem na Esplanada dos Ministérios para que as Forças Armadas entregassem ao presidente Jair Bolsonaro um convite para um evento militar.

O desfile ocorreu no dia em que a Câmara analisa uma proposta que estabelece o voto impresso no Brasil – e, por isso, foi visto por parlamentares como uma tentativa de intimidação. Também nesta terça, o Senado vota texto que revoga a Lei de Segurança Nacional.

“Essa manifestação de hoje, o desfile de tanques das Forças Aramadas, e que muitos senadores apontaram como algo que seria indevido, inoportuno, um tanto aleatório, devo dizer para aqueles que assim interpretaram que está reafirmado o nosso compromisso com a democracia e, absolutamente, nada, nem ninguém, haverá de intimidar as prerrogativas do Parlamento”, afirmou o presidente do Senado.

VÍDEO: Marinha exibe tanques e blindados em desfile na frente do Palácio do Planalto

Pacheco disse não interpretar o desfile militar como “algo que seja consistente de intimidação ao Parlamento”.

Apesar disso, o presidente do Congresso afirmou que é necessário “afirmar e reafirmar sempre” a responsabilidade com a obediência à Constituição Federal.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.