Amapá confirma as duas primeiras mortes por sarampo do país em 2021

239

Amapá registrou as duas primeiras – e únicas – mortes por sarampo em 2021 confirmadas até o momento no Brasil, segundo o Ministério da Saúde e o governo estadual. As vítimas, de 4 e 7 meses, ainda não tinham idade para vacinação à época em que foram confirmadas com a doença – a dose inicial é aplicada a partir dos 6 meses.

A primeira morte foi confirmada em 28 de março em Macapá. A bebê de 7 meses apresentou os sintomas iniciais em 24 de fevereiro, mais de um mês antes. Ela vivia com a família na Zona Oeste da capital.

O outro óbito era investigado entre duas gêmeas indígenas, de 4 meses, que morreram em dias diferentes com sintomas parecidos. Uma em 19 de abril e outra em 1º de maio em Pedra Branca do Amapari.

A Superintendência de Vigilância em Saúde do Amapá (SVS) confirmou a morte de uma delas por sarampo na sexta-feira (14), após resultados de exames enviados para análise na Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz). Uma morreu de sarampo e a outra de dengue.

“Até o dia 14/05, não há outros casos de mortes notificados em outros estados brasileiros. O Ministério da Saúde reforça que apoia estados e municípios em ações de bloqueio, prevenção, rastreamento de casos e investigações necessárias para o enfrentamento à doença”,

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.