Política monetária do Banco Central não é guiada por movimentos de curto prazo, diz Kanczuk

200

O diretor do BC, contudo, frisou que ainda é cedo para dizer que há dados sólidos sustentando esse otimismo, embora tenha admitido que os números do mercado de trabalho dos Estados Unidos surpreenderam positivamente e passaram a apontar indicações melhores sobre a retomada da economia.

“Política monetária não vai ser influenciada por movimentos de curto prazo em preços de mercado. Vai ser influenciada, mas você não vai mexer seu transatlântico porque vê pedra na frente, você vai meio devagar”, disse.

Kanczuk avaliou que o mercado financeiro tende a ser muito volátil tanto para um lado quanto para outro e que, por isso, o ponto central para a política monetária é “não dar tanta bola” para os preços de antes e tampouco para os preços de agora.

“É suavizar essas coisas e tentar misturar esses dados de mercado com dados sólidos econômicos, de crescimento, de dívida”, afirmou.

Kanczuk também avaliou que o câmbio irá oscilar e destacou que a preocupação da autoridade monetária é com eventual disfuncionalidade, e não com os preços.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.